quarta-feira, 13 de junho de 2012

As loucuras de Hick e Sol: Nosso primeiro Dia dos Namorados

OIES!

E aí? Como passaram o Dia dos Apaixonados? Espero que regados de muito carinho, abraços, beijos, tchu tchá tchá e tudo o mais! rsrsrs
Enquanto estava aqui saboreando os chocolates deliciosos da Cacau Show que o Henrique me deu (o de Romeu e Julieta é um espetáculo! Super recomendo!), lembrei que chocolates foram o primeiro presente que ele me deu, mas não foi numa situação lá muito romântica. Foi mais uma situação tragicômica...

MINI FLASHBACK:

"Era início de junho de 2007 e eu tinha terminado um longo namoro havia pouco tempo. Estava carente, a cidade inteira se enfeitando de corações, casais apaixonados aparecendo sem parar na TV e a minha relação com o Henrique era o mais "próximo" que eu tinha de um namoro. Na verdade, era um próximo bem longínquo, porque a gente tinha saído só umas três vezes. Sempre eu que ligava pra ele. E ele estava me tratando com uma certa distância lá no trampo. Fiquei com uma pulga atrás da orelha, pensando: 
"Ai, será que eu compro presente pra ele? Mas ele não é meu namorado, é só meu ficante... Mas se por acaso ele me der uma flor, que seja, e eu estiver com a mão abanando, minha cara vai cair no chão... Vou dar uma lembrancinha. Mas não vou gastar muito não, porque vai que não dá certo, né? =P Vamos ver o que eu acho no R$ 1,99."
Comprei uma caixa de Sonho de Valsa, um coraçãozinho de pelúcia (espirrei nele o meu perfume favorito, afinal uma macumbinha branca é sempre bem-vinda!) e gravei um CD com as minhas músicas românticas favoritas (porque eu não aguentava mais ouvir Ivete Sangalo Ao vivo no Maracanã no carro dele, aff!). Tive um trabalhão que eu nem esperava ter pra montar tudo...
Chamei-o pra sair, entrei no carro, joguei os presentes no banco de trás rapidamente pra não estragar a surpresa (e realmente, ele nem percebeu) e quando ele parou o carro pra gente descer no bar. Soltei alegremente:
- Feliz dia dos namorados, Henrique!
Eis que me veio a resposta que eu nunca vou esquecer, pelo resto da minha vida:

- IH, SOLANGE, SAI DESSA!!!!"

XUUUUUUUUCRO!!!!!!!!! GROOOOOOSSO!!!!!!!!! Foi assim nosso primeiro Dia dos Namorados. Péssimo! Lembro que na hora eu fiquei puta de raiva, fechei a cara, não queria mais saber de conversa e pedi pra que ele me trouxesse de volta pra casa. Nem falei dos presentes.
No dia seguinte, ele viajou pra São Paulo. Na outra manhã, eu estava sozinha no setor, ele chega, tira um embrulho do jaleco e coloca na minha mesa, vira as costas e vai pra sala dele. Abri. Era uma caixa de Ferrero Rocher. Saí correndo atrás dele e disse, "calmamente":

- VOCÊ PENSA QUE PODE ME COMPRAR COM ESSA PORCARIA DE FERRERO ROCHER, SEU IDIOTA?!?!? PEGA ESSA P$#@%$#%$#RRA DE CAIXA E ENFIA BEM NO MEIO DO SEU C$¨#¨%¨$#¨%# (isso mesmo: o lugar que rima com Jaú...), SEU CARA DE ÉGUA!!!!!

Hehe parece briga do Armani e da Fátima
Pois bem, girls, toda essa parábola não foi gratuitamente. Santo Antônio, que me perdoe, mas eu acredito que "agarrar" um "marido" ou, melhor dizendo, manter uma relação estável e saudável, depende, em grande parte, de nós mesmas, do poder da atitude. Eu sempre enxerguei no Henrique uma lista enorme de qualidades. Mas ele sofria de um mal que aflige grande maioria dos homens e que deixa a mulherada aflita: Medo de Compromisso (MDC).
Mas, então, como foi que esse ogro xucro ex-micareteiro com ojeriza à palavra "namoro" se tornou meu príncipe duartinês futuro marido lindo?
Simples. Segui o conselho dele: Saí dessa. Deixei a vida nos levar.
Percebi que ele sofria de MDC e que os meus telefonemas e cobranças do tipo "O que que você quer de mim, Henrique?", "Que tipo de relação é a nossa, Henrique?" faziam com que ele corresse de mim como gato da água. Percebi que essa atitude faziam com que eu me desvalorizasse e ele pensasse que meu mundo girava em torno dele. Parei de ligar, me dediquei mais à facul, ia pro forró com minhas amigas. Aos poucos ele foi percebendo que o que eu tinha a oferecer ele não encontraria em nenhuma micareta, festa, show, balada, etc. e que outros carinhas também percebiam isso, mas ele não podia reclamar de nada. Afinal, ele não era só o meu ficante?
Meu trabalho foi apenas ter paciência. E apreciar cada etapa do relacionamento. Se ele precisava de um tempo maior pra se abrir emocionalmente, tudo bem. Mas, sutilmente, consegui deixar bem claro que eu também tinha o MEU tempo e as MINHAS necessidades. E que a minha paciência também tinha limite. A partir do momento que eu impus o meu valor, ele o reconheceu.
Então, nesse finalzinho de dia de santo casamenteiro, um conselho pras ficantes, enroladas, namoradas, amantes, esposas, companheiras e tico-tico no fubá: O MDC existe porque os homens não reconhecem o valor da mulher que está do lado deles. Façam com que eles percebam que o tempo de vocês é valioso, que seu mundo não gira em torno dele. Se a relação está gostosa, curta muito mesmo, deixe a vida rolar. Mas se a relação não está mais tão boa, não se acomode só pelo costume de ter a pessoa ao seu lado ou por querer um casamento. Tenha sagacidade pra perceber se o outro está se doando para a relação da mesma forma que você. E tenha a certeza que um homem pela metade não tem atitudes de Homem e sim de moleque. Aí vai depender se você quer ser Mulher ou ser babá de barbado...

Besitos

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Testado e Aprovado: Fotozine de Assinaturas

PESSOAS!

Acho que vocês já perceberam que eu sou brasileira e não desisto nunca, né? Pois bem, mais uma vez eu paguei pra ver em mais uma compra coletiva. Mas desta vez deu super certo!
Vi no Azeitona Preta, a seguinte promoção:

"Presenteie de uma forma diferente neste Dia das Mães!!! Fotozine 12 págs, 21x28cm, de 59,00 por 17,90, somente na PicFotos!"


Fiquei com o pé atrás, lembrando do meu ensaio fotográfico, da torta de pão de queijo que parecia bunda velha e da primeira manicure que tirou minhas cutículas com o máximo de butalidade depois que o maridão cabelereiro dela puxou papo comigo... Fiquei com medo pela empresa ser de São Paulo e chegar um negócio pra mim em papel de jornal, ou então de não chegar nada. Mas pensei: "Ah vamos ver! Acho que pode dar um bom livro de assinaturas isso daí..."
E deu mesmo, olhem só: (Clique nas imagens que elas ficarão maiores e vocês poderão ler as legendas)


Ficou lindão, né? Desculpem os clarões de flash nas fotos acima. Mostrei ontem pro Henrique e ele: "Nossa, que chique!" Pois é, depois de tratadas, diagramadas e impressas em papel de qualidade não é que as danadas das fotos ficaram interessantes?
Você acessa o site da Pic Fotos, que tem mais um monte de materiais gráficos legais, e ele te dá um monte de modelos de fotozine e várias opções de diagramação de páginas e legendas, dá pra mudar o enquadramento das fotos e colocar efeitos de preto e branco, sépia, aquarela, brilho, contraste e saturação.
Fiz o pedido no dia 30/05, postaram no dia 01/06 e chegou pra mim ontem, rapidinho. Pra fazer desse tamanho com 24 páginas eu comprei duas ofertas de 12 páginas, abri os grampinhos do meio encaixei as duas partes e fechei os grampinhos de novo. Como ele foi impresso em papel couché brilho, fiz o teste com uma caneta marcador para retroprojetor de tinta permanente, porque a Bic comum sai quando a gente passa o dedo. Tem que esperar um minutinho pra tinta secar, mas depois ela não sai nem borra de jeito nenhum.
Vamos ao orçamento:
2 ofertas de compra coletiva: R$ 35,90 + 2 fretes: R$ 18,74 = R$ 54,54
Pela qualidade do material, achei que compensou muito, porque eu tenho um álbum e um livro de assinaturas ao mesmo tempo. Mas se for fazer sem nenhuma promoção, fica bem salgadinho. Porém tem outras tantas opções pra montar seu cantinho de assinaturas e recados:

O importante é não deixar de ter esses carinhos pra lembrar no futuro ;D

Besitos

P.S.: Obrigada pelos coments no post anterior! Vocês são sempre tão legais comigo =D !!! Alguns convidados já me responderam e também adoraram!

P.S. 2: Terminei de fazer os menus e fiz a reserva do hotel ontem! Também comecei a coreografar mentalmente nossa dança dos noivos!

P.S. 3: As frases que eu coloquei no fotozine são trechos das músicas que irão tocar no nosso casamento. Exceto a primeira, do Quintana, que... Tcharamram: é a frase do nosso convite de casamento ;P Ops, falei demais!!!!!! rsrsrs

terça-feira, 5 de junho de 2012

Reservem a data!

õi...

Meninas, desculpem o sumiço mais uma vez, mas nessa semana minha vontade foi de hibernar durante todo o inverno e acordar apenas na primavera, na semana do meu casamento. Peguei uma gripe daquelas. Há muito tempo eu não ficava derrubada desse jeito. Ainda estou com uma tosse bem feia.
Mesmo assim providenciei algumas coisas: terminamos as lembrancinhas \o/, imprimimos os menus, fizemos a lista de presentes, fiz um outro blog só para os convidados (não fiquem com cíúmes, por favor =D ), meu pops passou massa corrida no 7-39 fundos (a nossa casa) e mandou colocar calhas. Postarei sobre em breve.
Hoje, venho falar de uma coisa que eu gostaria de ter enviado há muito mais tempo mas, infelizmente, não deu. Porque meu digníssimo noivo me boicotou e não mandou a lista de contatos de e-mails dele. Estou cobrando dele há semanas, parece até que trabalho na NP. Mas hoje eu prometi que seria a última vez que cobrava. Então, hoje vos apresento o MEEEEEU Save the Date, porque só os meus convidados foram avisados. Super atrasados. Mas foram.


Ah... não ficou assim uma Brastemp, mas tá bom, neh? O importante é que não deu muito trabalho, nessa altura do campeonato estou fugindo de coisas trabalhosas. Fui lá no site do Wedding Paper Divas, vi um dos modelos lindos, peguei a foto que o Henrique demonstrou um pouquinho mais de felicidade quando viu o que eu photoshopei, joguei um preto e branco do próprio site e voilà, nosso Save!
Optei por mandar por e-mail porque fiquei preocupada com o impacto ambiental, se por acaso ele fosse jogado fora...AH TÁ BOM! Sinceramente? Eu precisa economizar mesmo! hauhauahuahuah Mas pelo atraso do envio e pelo boicote do meu noivo, o nosso Save the Date meio que perdeu a função de avisar os convidados da data, mas pelo menos vai ajudar a divulgar a divulgar nosso blog VIP e a atualizar os contatos dos convidados (espero!).
Agora, a ursinha carinhosa aqui vai hibernar um pouquinho. Espero que tenham gostado.

Besitos