sexta-feira, 25 de maio de 2012

Autoconvite

GAROTADA!


Casamento? Chama eu! Chama eu! Chama eu!

Em qualquer contexto o Autoconvite é extremamente desagradável. Mas no contexto casamentício eles eclodem com uma frequência assustadora... Quem nunca ouviu um “Vê se me convida, hein!” que atire a primeira pedra. É incrível como as pessoas perdem a vergonha e se autoconvidam pro casamento da gente na maior cara dura.

Comigo, aconteceram os seguintes causos até agora (com certeza virão mais, afff):

O Auto-Padrinho

Um belo dia, o irmão do marido da prima do meu pai chega em casa pra “filar” as Brahmas do meu pops, que acaba dizendo que eu estou PLANEJANDO me casar e o fulano solta pra mim: 
Aaaaahhh!!!!!! Eu quero ser seu padrinho, hein!!!!!!!
Pensamento da Sol: “Nossa, eu devo ser o ser mais antissocial e chato da face da Terra, pra nenhum dos meus amigos querer ser o meu padrinho e eu ter que depender da boa vontade do irmão do marido da prima do meu pai! Meu filho, infelizmente, seu nome não foi cogitado nem pra lista de convidados...”
Ação da Sol: Sorriso amarelo e dar as costas. Não adiantava perder tempo argumentando, porque quando o efeito da pinga passasse, ele iria esquecer...

O sonho de viajar de avião

Na minha viagem ao Ceará ano passado, a ex-mulher do tio da minha mãe me solta: 
-  Aaaaiii, eu sempre sonhei em viajar de avião. Agora eu vou realizar esse sonho indo no seu casamento!!!!!!!!
Pensamento da Sol: “Putz, eu não estou ouvindo isso! Eu não acredito! Gente, é um casamento simples, pra 120 pessoas... Não é a abertura da Copa do Mundo no Brasil! Não dá pra realizar seu sonho num EVENTO mais importante, não? E eu não estava pensando em te chamar...”
Ação da Sol: Sorriso amarelo de novo e dizer com aquela Poker Face “Pois é!”. Infelizmente, é preciso ter respeito pelos mais velhos...

O tio que não me convidou

Minha mãe ao telefone com meu tio, irmão do meu pai: 
-  O Cesar tá meio carente porque a Sol vai casar... 
- Ah, eu vou fazer um esforcinho e vou, hein! Já pensou? Que chique!!!!!!
Pensamento da Sol: “Engraçado, quando o pessoal do Ceará casa ninguém me convida. NINGUÉM! Foi o casamento do Bebel e ninguém pensou: 'Nossa, será que o Cesar e família não gostariam de vir, hein? Vamos enviar um convite!' Mas Sumpaulo realmente mexe com a cabeça das pessoas... Será que casamento em São Paulo é tão espetaculoso assim?!?! Pra seu governo, eu moro no interior do estado de São Paulo, em Baururrrrr e aqui tem muito pobre também, entre os quais eu me incluo! Ai, Jesus, se eu fosse convidar todos os meus parentes ia ter mais gente do que no casamento do príncipe...”
Ação da Sol: Tranquilidade, tranquilidade... Minha mãe, felizmente tem noção e não dá corda pra essas coisas. Daqui um tempo ele esquece...

A prima de 2° grau que sente falta da mãe

Ao telefone com a prima do meu pai: 
- E aí, Sol? Como andam os preparativos?
- Ah... tudo caminhando bem... 
- Ahhhh, que pena que a mãe (dela) não pode vir né?
Pensamento da Sol: “Pena?! Pena eu tenho do MEU avô, que tá bem doente e não vai poder vir de jeito nenhum pra confraternizar com a filha e as netas! Tudo bem que eu gosto da velhinha, ela é super gente boa, simpática... Se ela inventar de vir, tudo bem será bem-vinda, mas eu não vou mandar convite...”
Ação da Sol: Responder “Pois é, mas também com esse clima neh?” e mudar de assunto rapidamente “E as suas filhas? Como estão? Com saúde?”

Peguete do convidado

Meu amigo terminou o namoro e agora ele reinvindica o segundo convite dele. 
-  Não quero nem saber Sol! O convite estava reservado pra mim! Até lá eu arrumo alguém!
Pensamento da Sol: “ALGUÉM? Ah, ele só pode estar de brincadeira, neh! Tipo brincadeira com um fundo de verdade... Tudo bem, vou levar na brincadeira também. Mas com um fundo de verdade...”
Ação da Sol:
- Tudo bem, mas tem que ser NAMORO com aliança de compromisso e você vai ter que apresentar pra sua mãe e me convidar pra sair com vocês, com chopp na faixa, hein! Se eu aprovar a pessoa, o convite já está reservadíssimo.

O tio que se acha meu procurador

Tem um tio morando em casa e conversando pelo telefone com a filha dele que mora no Ceará, ele me passa pro meu outro tio, que solta: 
-  Ei, sobrinha, venha pro casamento da Sol! Seu pai agora está trabalhando e tem dinheiro viu! Fala pra ele te mandar a passagem...
Pensamento da Sol: “P¨%#*%#*($¨(U*&¨(*@ que o pariu!!!!!!!!!!! Ca&*%$*¨%¨*&ete! Por que o povo pensa que eu não tenho capacidade de eu mesma convidar meus convidados! Que saco! Eu só vi a menina duas vezes na vida! Quando for o casamento das suas filhas você convida Deus e todo mundo!”
Ação da Sol: Me trancar no quarto e contar até 100 mil pra não explodir com ninguém. Aquilo foi o cúmulo da semnoçãozice! O duro que o pai da menina também ficou passado, porque ele acabou de entrar numa firma como ajudante de pedreiro... Totalmente rico!!!


É claro que esses contextos são totalmente diferentes da elegância dos meus amigos Rafael e Fabrício que me ligam com antecedência quando querem fazer uma visitinha, pra que eu possa recebê-los com a devida atenção.
Não sei se em algum desses casos, as pessoas fizeram isso porque realmente me amam demais, mas acredito que não. Quem ama, espera, confia e entende. Pra mim, o autoconvite é uma atitude extremamente egoísta, tipo "BOCA LIVRE?!?!?! Tô dentro!".
Por enquanto não me dei o trabalho de responder, explicar, bater boca, porque acho que ainda é cedo e estou me guardando pra quando a gente começar a entregar os convites. Estou na esperança dessas pessoas esquecerem ou desistirem de se autoconvidar, mas pra prevenir já providenciamos os vale-coxinhas. Só entra quem tiver o convitinho individual, sem dó, nem piedade. :P


Besitos

P.S.: Convidei meu segundo casal de padrinhos! Estou vivendo momentos muito emocionantes, muito legal!

P.S.2: Que bom que gostaram da minha almofadinha! Vou sortear uma igual, só não sei quando, mas prometo que será em breve!

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Testado e Aprovado - Almofada para alianças

NOIVINHAS PRENDADAS!

No meio da madrugada de domingo comecei a ter ideias e lembrar de inspirações da net sem parar. Acordei às 6h disposta a colocá-las em prática e, com a Little help with my mom, fiz a almofadinha para levar nossas alianças ao altar. Tô tão orgulhosa, em menos de uma hora terminamos e ficou essa fofurinha aqui, com cheirinho de algodão...


MInha aliança e meu aparador. A aliança do Henrique só na foto do BIG DAY

Ficou parecendo travesseiro de neném, neh?
E o melhor de tudo: não sei orçar quanto ficou porque foi feita com sobras de outros projetos DIY, ou seja, não gastei mais nada para fazê-la!!!

Hoje em dia, o mundo casamentício inventa os jeitos mais criativos pra levar as alianças. Acho que só falta chamar o Mister M pra fazer as alianças levitarem até o altar. Resolvi fazer a almofadinha porque queremos convidar a avó do Henrique, D. Virtudes, para nos dar a benção de levá-las para nós e almofada parece coisa de vovó, não parece? Mas aí vão mais alguns exemplos que achei interessantes:

Nas baquetas

Num baldinho de madeira

Amarradas no braço da dama de honra

No Totó
Num mini jardim

Em pratos de cerâmica
Num pedaço de tronco e num buquê

Em um girassol
No ninho
Na Bíblia
Numa cenoura?!?!
Besitos

P.S.: Convidei formalmente meu primeiro casal de padrinhos hoje!

P.S.2: Obrigada pelos comentários do post anterior. Vocês são sempre tão legais comigo!

P.S.3: Caso vocês gostem da minha almofada, que que vocês acham da ideia de eu fazer um sorteio de uma igualzinha aqui no blog, hein? 

quinta-feira, 17 de maio de 2012

As loucuras de Hick e Sol - E-session com sérias restrições orçamentárias


OIES!

Eu já estava conformada, tanto pelo adiantar dos preparativos quanto pela falta de grana, que a gente não ia ter e-session. Um belo dia, vi no site Azeitona Preta a seguinte promoção:

“Sessão fotográfica + 20 fotos em CD + 5 fotos tamanho 10X15 + um vídeo com as fotos que você escolher, de R$ 160,00 por R$24,90”

“OPA!Tá pra mim!” Os olhinhos fizeram assim $ $! Era a minha chance de ter e-session!!!! Corri e comprei. E fiquei na maior expectativa. Liguei pra agendar:
- Posso levar meu noivo pra fazer as fotos junto comigo?
- Sim.
- E é apenas em estúdio ou pode fazer fotos externas?
- Essa promoção do Azeitona é apenas para estúdio com três trocas de figurino.
“Ah... tá... ¬ ¬ Puxa vida, fotos externas são tudo de bom... Mas você já viu fotos em estúdio lindas também, né Sol. Elas são legais porque focam bem a expressão do casal...”
- Pode ser dia 10? Eu estou de folga nessa dia...
- Já está lotado.
- Que dia que você tem depois das 18h?
- Só vou ter o dia 23/04 (segunda-feira).

Aí começaram as “Desventuras em série”:
  • marquei manicure pra sexta-feira e a bis%$&¨%$ate da mulher me deixou esperando quase duas horas porque ela estava fazendo outra cliente. Puta madre que la pariò, por que não desmarcou logo de uma vez?!?!? O Henrique foi me buscar pra gente ir na aula de dança e acabou que não consegui dar um jeito nas garras. Pra piorar, sábado era feriado e nenhum salão da cidade estava aberto ou tinha horário disponível pra mim. Mas eu fiquei tão chateada (até chorei...) por ter sido feita de otária, que até perdi o gosto e deixei a minha mão terrível do jeito que estava. Resultado: fotos com a aliança, nem pensar!
  • Fiquei tão focada nos convites que esqueci de preparar alguns adereços pra dar um charme na sessão. Como sábado foi feriado e o comércio estava fechado, não consegui comprar nada. Resultado: tive que improvisar com coisas que tinha em casa.
  • não pude abonar o dia 23/04 porque tínhamos um monte de contratações pra fazer, foi um “parto” conseguir convencer minha gerente pra me deixar descontar 2h30 que eu tinha no banco de horas. Resultado: tive que ir voando pra casa, tomar banho e eu mesma fazer escova e maquiagem correndo...
Mas, pra minha sorte, o Henrique conseguiu tirar o dia de folga e eu fiz uma lista de coisas pra ele providenciar. Pelo menos, a ideia que eu mais queria executar, seria possível. Mas, não significa que a sessão sairia como esperado...
Chegando no “estúdio”, era muito tarde pra gritar: “CORRE! É UMA CILADA, BINO!”
Sabem um tecido parecido com manta acrílica? Tiveram a ideia de amarrar um pedação daquilo em dois parafusos num quarto, sem nem um tipo de iluminação (foco) adequada, com dois pufes de zebrinha, um espelho cheio de marcas de dedos, maquiagem velha esfarelando pra ser usada não me perguntem por quem e chamar isso de “ESTÚDIO”.
Ficamos esperando quase uma hora pelo fotógrafo. Quando ele chegou, foi outra decepção... Nem perguntou o nome da gente nem nada. Saber um pouco da nossa história, dos nossos planos, de como queríamos a sessão e o que tínhamos preparado, então, nem passou pela cabeça dele! Só na minha cabecinha sonhadora... Já chegou falando: “Façam assim. Façam assado. Agora coloque os braços na cintura dela. Agora olha pra frente/ pra ele. Beija e segura...”
A gente travou total. Foi um saco fazer essas fotos :( Algumas noivas podem não gostar de fotojornalismo ou achar que pode ser caro e é frescura, mas sorrir quando não se tem vontade e ficar segurando pose por mais de um minuto é horrível, o rosto começa a tremer e todas as fotos parecem iguais com aquele sorriso forçado. Esqueci de fazer poses que tinha planejado e usar elementos que tinha preparado. Detestei ¬ ¬

Mas a gota d'água pra mim foi quando ele virou e disse:
- Agora, vocês unam as mão e façam um coração assim S2
Olhei séria pro Henrique e acho que ele até conseguiu ler na minha cara:
“O QUÊ?!?!? Eu fazendo o símbolo do Luan Santana?!?!?! NEVER! NEVER! NEVER! Eu me recuso! Se eu fizer isso, não mais serei digna de ouvir Chico Buarque!!!!!”
Mas me segurei e apenas disse:
- OLHA, moço, a gente não tem mais idade pra fazer isso...

Quando peguei as fotos e o vídeo, deu até desgosto. Muitas saíram borradas, tortas, sem foco e com sombras, com o fundo aparecendo as dobras e amassados do tecido. Por isso demorei para postar, estava tentando salvar alguma coisa no Photoshop, mas como eu não domino o PS nem um pouco fiquei com medo de feder ainda mais. Para fazer o vídeo, ele apenas jogou no Movie Maker com uns efeitos tontos ao som de “Oh oooh sometimes I get a good feeling, yeah...” Putz, nada a ver com a gente.
Eu iria colocar o título do post como “E-session frustrada”, mas minha irmã, me consolou:
- Ah, Sol não chama suas fotos assim... Você ficou bonita nas fotos, foi um momento da vida de vocês. O problema é que ficou parecendo um coisa que dava pra fazer com a sua Cybershot...
Quem não sabe da história e quem passa o olho BEM, mas BEM rapidamente dá pra enganar... Aí vão o que eu consegui fazer e como era a original, pra vocês terem uma ideia de como o negócio foi teeeeenso demais. (Clique nas fotos que elas ficarão maiores)

Photoshopada

Verdadeira: Fundo de tecido enrugado aparecendo parte da parede e o piso aparecendo os azulejos
Photoshopada

Verdadeira: Escura, distante e torta
Photoshopada

Verdadeira: Era pra ser uma referência ao filme Up! mas desse jeito iria ser uma ofensa à fofura do filme. Acho que o fotógrafo não gosta de mudar muito a posição das fotos

Agora, mais algumas fotos: (ATENÇÃO: todas foram photoshopadas por mim) 

Com roupinha de sair:



Com nossos uniformes de quando e de onde a gente se conheceu (Hospital Estadual de Bauru e ForMedical, pra ter uma referência histórica na sessão):



E o elemento surpresa, o mais divertido de fazer e que foi a minha “vingança” com o pobre do fotógrafo, porque o "estúdio" dele ficou em estado de calamidade hauhauhauahuah. 
Desde que vi esse ensaio da Man e esse ensaio da Priscilla fiquei me corroendo de vontade de tomar um banho de guache também. Foi muuuuito bom!!














Preferi contar a história com veracidade, para que vocês aprendam as lições que eu aprendi:
  • Se for fazer sessão pré-casamento, prepare-se com antecedência. Crie elementos que enriqueçam suas fotos.
  • Procure o fotógrafo também com antecedência pra que vocês criem empatia, para que ele conheça a história e o jeito de vocês.
  • Se puder investir e fazer o ensaio com um bom fotógrafo, invista. Se não puder, pode até fazer como eu fiz, ou com a sua câmera pessoal mesmo, porque é um momento muito bacana para os dois. Vale a pena ter pelo menos isso pra lembrar. Só não crie a expectativa da perfeição.
  • Tinta guache sai com água, sabão e muito, mas MUUUITO braço, e só de alguns tecidos. As camisetas brancas viraram pano de chão huahuahua.
Besitos

P.S.: Itens da checklist estão a todo vapor. Estou cheia de noIvidades, mas sem tempo de fazer os posts caprichados que vocês merecem. Muito obrigada pelo compreensão e por não me deixarem só!

terça-feira, 15 de maio de 2012

O que vocês acham destas fotos?

OIS!

Dizem que a primeira impressão é a que fica, então passei aqui rapidinho pra saber a opinião SINCERA de vocês sobre as fotos abaixo:







Amanhã, neste mesmo Bat horário e neste mesmo Bat local, volto contando a verdadeira história destas e das outras fotos da nossa "e-session".

Besitos

P.S.: E juro de coração que vou passar nos blogs de vocês. =D

domingo, 6 de maio de 2012

Casamento comunitário em Bauru

OIES!

Segunda-feira, dia 30/04/2012, estava lendo o Jornal da Cidade e a seguinte matéria me  surpreendeu: (Clique nas imagens para que elas fiquem maiores)




Pensei: "Uia! Puxa vida, que legal!"
No dia 29/04/2012, aconteceu o primeiro casamento comunitário em Bauru com direito ao protocolo completo. Idealizado e organizado pela SEBES (Secretaria do Bem Estar Social de Bauru) em parceria com diversos fornecedores de casamento de Bauru, em todos os ramos presentes nos casamentos "particulares": fotografia, vestido, cabelo e maquiagem, traje do noivo, buffet, cerimonial, decoração, etc.A festa foi no Salão Roccaporena (chiquerérrimo!). Tudo gratuito para os 30 casais participantes.
Mas depois fiquei pensando: "Mas, por que o casamento virou preocupação de Secretaria do Bem Estar Social?"
Procurei no site da Prefeitura Municipal de Bauru e não encontrei nenhuma explicação do objetivo desta ação. Pesquisando no Google, encontrei algumas explicações das autoridades que promovem casamentos comunitários em suas respectivas cidades. Pelo que entendi, casar de "papel passado" regulamenta a vida conjugal juridicamente e fortalece o compromisso do casal, diminui as separações por motivos torpes e dá maior estrutura psicológica à família, principalmente aos filhos. Sem contar, que o casamento como evento é um marco muito importante na história de toda família.
E deu pra perceber pelo sorriso dos casais nas fotos acima toda a emoção deste momento. Com certeza, eles mereceram. Deve ter passado um belo filme na cabeça de cada um, com cada alegria e cada dificuldade já vivida com o outro e como eles batalharam pra poder chegar até ali.
Bom, pra quem se interessou ou conhece alguém que possa se interessar, a intenção, como conta na reportagem, é que o casamento comunitário com protocolo completo se torne parte do calendário de eventos da cidade. Dei uma ligadinha lá na SEBES e me disseram que as inscrições pro próximo casamento serão no começo de abril/2013, sendo divulgadas no Diário Oficial do Município (que também dá pra acessar no site da PMB). É preciso apresentar RG e CPF do noivo e da noiva e um dos critérios para seleção é que a renda máxima do casal seja menor que dois salários mínimos (hoje seria menor que R$ 1245,46).
Para entrar em contato com a SEBES: Rua Alfredo Maia, quadra 1, telefone: (14) 3227-8624.

Besitos

P.S.: Convites 90% prontos! Falta só cortar os convitinhos individuais e pedir pra minha calígrafa escrever os nomes dos convidados no verso. E entregar, claro!

P.S. do P.S.: Ele foi feito 99,9% em casa e modéstia a parte ficou LINDO, LINDO, LINDO!!!!!!!!!!!!!

P.S. do P.S. do P.S.: Infelizmente, só vou poder mostrar quando terminar de entregar todos :( pra não estragar a supresa. Mas para compensar vou fazer um PAP para vocês sobre ele.

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Encontro de Noivas na Sollarium

HEY YOU!

Antes de tudo, um fusquinha básico:
JÁ DÁ PRA CONTAR EM UMA MÃO OS MESES QUE FALTAM PRO NOSSO CASÓRIO!!!!!!!! \o/ \o/ \o/ \o/ \o/

Bem, na verdade, faltam 5 meses menos 3 dias rsrsrs, é que estava tudo tão corrido que não deu pra vir aqui postar, pra vocês terem noção, aí vai uma notícia mega atrasada, mas que eu não podia deixar de falar sobre.
No dia 19/04, a Hindy (cerimonialista e autora do blog Sendo Noiva é possível), convocou as noivas bauruenses pra mais um Encontro, mas dessa vez foi na maravilhosa loja Sollarium (Av. Octávio Pinheiro Brisolla, 12-17, tel: (14) 3227-2204, site: www.sollariumcasa.com.br). Pense num lugar onde você ouve exclamações "Awwww, que lindo! Eu quero!" o tempo todo... então, é lá. Artigos lindos para decoração da sala, cozinha, jardim... Apesar da minha mãozinha coçar com vontade de pegar, fuçar, apalpar, consegui me controlar, lembrando do meu talento pra ser um elefantinho numa loja de cristais.
Pras divas de baixa renda, a loja tem uam fachada um pouco assustadora, tipo "Nossa, se já é linda por fora, que que eu vou fazer aí dentro?" mas tem artigos com preço acessível, sim.
Algumas fotinhas:

No piso superior: gente, sentei nesse sofá cinza... Tudo de bom... Poderia ter dormido lá numa boa =D

Gramofone moderno com entrada USB e para CD: não ficaria nem um pouco chateada se eu ganhasse um desse, sabem... Foi o que eu mais gostei da loja inteira!!













A entrada vista de cima
O fotógrafo André Timex (www.andretimexfotografias.com.br) expôs o trabalho dele (fotos muito lindas, por sinal) e explicou como funciona o serviço de Foto Lembranças. São fotos tiradas na hora da festa e que após um tempo são entregues reveladas aos convidados. Saem R$ 5,00 por foto até 100 fotos e acima disso R$ 3,00 por foto.

O André tirou essa foto minha com a Hindy, uns 40 minutos antes, dele me entregar esta foto lembrança... Rápido, né?
A Nágila, dona da Sollarium, explicou como funciona a questão do lista de presentes na loja. Pros noivos que já tem os itens basicões e agora querem deixá-la muito mais bonita, bem decorada e moderninha é uma ótima pedida.
E teve também a presença da Rita da Lá no Atelier, com lembrancinha fofíssimas (babo toda vez nas marmitinhas) e brigadeiros deliciosos de chocolate belga (dessa vez foi brigadeiro de colher, comi de montão!)
E a Hindy contou as peripécias da sua noiva que casaria no sábado e como ela planejava surpreender os convidados e o noivo. Vou deixar, a Hindy contar lá no blog dela, mas que essa noiva foi criativa, isso ela foi... Deve ter dado trabalho... rsrsr
E também encontrei noivinhas que já são minhas "truta", como velhas conhecidas:

A Fá do blog Amar é Decisão, o Gustavo (noivo dela e o único dessa vez, o Henrique não pôde ir) e eu

Eu, a Fran e a Fá com as almofadas estilosas atrás. Um dia, eu as terei TODAS na minha casa!
Besitos

P.S.: A saga convites está na reta final, faltam só cinco!

P.S. 2: Fechei meu Dia da Noiva também! YES! Só estou esperando fechar outra coisinha e assinar o contrato, pra fazer um post especial pra vocês!

P.S. 3: Estamos na fase de montar a lista de presentes. Por enquanto, precisamos mais dos itens basicões... Vocês acham que a Pernambucanas, a Magazine Luiza e a Ponto Frio são boas pedidas? Será que alguma delas vai nos dar trabalho? Alguém tem alguma experiência pra contar?