quinta-feira, 5 de maio de 2011

Estava fazendo tudo errado...


OI QUERIDOS!

Não, não! Não são dúvidas quanto ao meu amor pelo Henrique, nem quanto a casar, disso eu tenho certeza que estou no caminho certo, principalmente porque estou seguindo meu coração. Mas organizar o casório estava me deixando nervosa, isso porque falta mais de um ano...

Bem, comecei a orçar fotografia e ouvir cobranças do tipo "Você já fechou o buffet? Ah o buffet X e o Y são os que a gente mais gosta de trabalhar..." "Você já viu decoração? Olha, eu te indico decorador W e Z, porque eles são sérios e não entregam flores murchas, aí dificulta o trabalho da gente..." "Eu tenho estes pacotes com estes álbuns, tem que fechar o álbum, mas eu só te entrego o copião, demais fotos ficam no meu arquivo, se você quiser imprimir depois..."
Aí comecei a orçar buffet porque o Henrique falou pra gente ver primeiro o preço de fotógrafo, buffet e decoração pra tentar gastar o mesmo com os três. O primeiro que procurei orçamento, por indicação de um dos fotógrafos que eu havia visitado, deu o preço e esta foi a reação do Henrique: "Ô loco, Sol! 48 reais por pessoa pra comer salgadinhos?!?!?!?! A Porteira (churrascaria top top de Bauru) cobra 50 reais o jantar por casal!!!!" A partir daí, ele mesmo começou a solicitar orçamentos, mas os outros também não foram muito animadores. Canapé disso, folhados daquilo, tábua de frios com diversos tipos de queijo que eu nunca comi na vida. PUTZ... comecei a desanimar de novo...

Semana passada aconteceram três coisas que causaram em mim o insight e a conclusão do título do post:
1ª - Pedi a opinião sobre os buffets da minha super madrinha irmã Ana Gabriela e ela fez a seguinte pergunta:
"O que você realmente que ter no seu casamento?"
2ª - Conversando com mais um fotógrafo, ele me diz:
"O que será que vai acontecer de errado no seu casamento? Porque não adianta, sempre dá alguma coisa errada... E o jeito como você reagir diante deste problema é o que vai fazer sua festa ser linda ou não. O segredo é relaxar. Faça o que te der vontade, o que tiver a sua cara, independente da opinião dos outros, porque eu assisto casamentos há mais de 20 anos e eu já vi cada modismo ridículo que eu não acredito que as pessoas tiveram coragem de fazer aquilo..."
3ª - Conheci uma noiva lá no SESC ao acaso, a Mônica:
"Olha, moça, desculpe eu ter ouvido sua conversa com a sua amiga, mas eu vou me casar daqui a duas semanas e sei o quanto é difícil. Esse pessoal das revistas enfia a faca mesmo, neh? Ah a gente precisa arregaçar as mangas e bater perna pra pequisar. Olha fechei vestido com a fulana que me cobrou 500 reais, aí eu achei uma cozinheira e eu vou comprar a comida que ela me indicou e cobrou 10 reais por pessoa pra preparar tudo, bebida tem que ser no bebida Fernandes, que é bem mais barato, e eu contratei uma casacata de chocolate porque os docinhos as crianças vão cair matando em cima e ninguém vai ver..."

É isso aí, Mafaldinha!
Um basta ao que é convencional!
Aos fornecedores que querem
me engessar!
Só então eu percebi que o que eu estava fazendo era errado: Estava querendo me adaptar aos serviços dos fornecedores que cabem no meu bolso, e esquecendo o nosso jeito de ser, nossas origens, nosso jeito de encarar o mundo. Quando deveria ser os fornecedores que se adaptassem ao nosso sonho. Esqueci que nós (eu, minha família, meu noivo, nossos amigos) somos pessoas simples e que, principalmente, curtimos o prazer de estarmos juntos, bebendo uma cervejinha gelada com um bom tira-gosto, conversando bobagens e relembrando nossas aventuras... Esqueci que como princesa, eu faço mais o estilo Fiona que o estilo Cinderela, (não siginifica que eu vá casar vestida de Fiona... pelo amor de Deus!), que gosto de tirar sarro de mim mesma, de assumir que não tenho dinheiro e que sou muito atrapalhada e que eu e o noivo amamos fazer malukices... E percebi que se eu contratar os buffets convencionais com coquetéis e jantares serviria apenas para engessar as pessoas que eu mais amo nas regras de etiqueta. Sairia caro e eu não ficaria feliz...

Procurei por soluções e vocês noivas blogueiras mais uma vez foram maravilhosas e me deram (ou eu roubei, não sei) uma ideia GENIAL! Eu já vi em muitos blogs e me apaixonei quando vi, acho que vai ficar super a nossa cara... mas eu já escrevi demais, os detalhes ficam pra próxima!

Besitos

P.S.: Desculpem pelo post/desabafo sério e gigantão e obrigada pela paciência de quem conseguiu ler tudo...
P.S. 2: Hoje eu descobri que já existem a noiva das 19h30 e a noiva das 21h! Quero muito conhecê-las! Quem sabe dividir a decoração... hauhauhauhau
P.S. 3: Escolhi as Mafaldinhas porque elas me lembram minha maninha au pair...

5 comentários:

Noivinha ansiosa disse...

Ahhh flor que bom que caiu a ficha.
Quando estava vendo buffet, eu também fiquei encantada com um só porque tinha as mesas e cadeiras de madeira, sabe aquelas de demolição...me apaixonei, mas depois caí na real, o preço era beeem mais caro, a dona queria 40% do valor de entrada e além disso tinha um cardápio que eu precisava colocar no google traslation para entender o que era....hj eu falo isto mas na época estava super empolgada...rs.
Acabei fechando com uma que não tem tanto luxo, mas que sei que a comida é uma delicia e o serviço é bom.

E tem outra: mesmo se fosse cheia da grana se eu servisse camarão e salmão ao molho de maracuja para o meus convidados sei que a grande maioria ia meter a boca porque eles gostam mesmo é de carne (diga -se carne vermelha)..kkkkkkkkkk

Acho que fiz um post no seu post.

bjs

Vanessa Santos disse...

Oi florzinha, então a ficha caiu? ahah a minha também caiu quando comecei a orçar buffet... mais minha fámilia gosta mesmo é de churrasco então porque eu ia ficar enchendo de frescuras eheh
Quero saber as novis =)
Beijos

Fabrício Silva disse...

Me dei conta de uma coisa lendo seu blog hoje. Ele poder ser muito instrutivo para mim, um homem, que ainda vai ser noivo de uma mulher, que ainda irá passar por tudo o que você o Henrique estão passando. Esse fotógrafo hein? Sai Zica!! O que será que vai dar de errado...se eu te conheço eu só me pergunto uma coisa, pq vc não deu um murro na cara dele Sol? rs...
Até!

Hindy Caló disse...

Oi Sol,
Vi seu comentário no meu blog, espero poder ajudar !!! Já fui noiva (casei faz dois anos) e sou cerimonialista o que precisar pode contar comigo.
Não é nada fácil ajustar os serviços oferecidos ao nosso orçamento. Mas pelo pude ver você é uma mulher antenada e vai conseguir.

você está certa, não importante a verba, o casamento tem que ser especial do nosso jeito.

Um grande beijo,
Com carinho Hindy Caló

Luciana Medeiros disse...

Sol, eu passei pela mesma coisa que você!
Acho que principalmente quando vamos orçar o buffet que cai a ficha mesmo...Noiva blogueira é pior ainda, pq vemos cada coisa linda, cada casamento chiquérrimo né?
Mas no final acaba que não é o nosso jeito e da nossa família... espero que de tudo certo!


bjoo